5 dicas para o síndico iniciante

Quem se torna síndico pela primeira vez pode se deparar com uma série de dúvidas sobre como agir em cada situação que acontece em um condomínio. Afinal, além mediar conflitos, há as questões administrativas, financeiras e burocráticas que não podem ser deixadas de lado.


Dentre as características de um bom síndico estão a política, diplomacia, administração e transparência. Se você é um síndico de primeira viagem, fique tranquilo — reunimos cinco dicas para tornar sua gestão mais simples.


Com muita prática e paciência, você verá que é capaz de seguir com essa função — ganhando muita experiência. Confira!



1: Depois da posse, o planejamento

É de suma importância que ao tomar posse, o síndico analise toda a situação do condomínio. Verifique se há dinheiro disponível no caixa, qual é o nível de inadimplência e quais são os gastos e pendências que precisam ser resolvidos.


Esse é o primeiro passo para uma gestão eficiente, pois você estará ciente de tudo o que está acontecendo no condomínio. Assim, caso ocorra alguma situação que se iniciou em outras gestões, você será capaz de lidar com o problema.


2: Tenha um bom relacionamento com os funcionários

Enxergue aqueles que contribuem com os cuidados com o condomínio como parceiros. Muitos condomínios sofrem problemas de relacionamento entre síndico e equipe, o que pode prejudicar o andamento administrativo do local.


Os funcionários são os olhos do síndico quando ele não está por perto. Com uma relação amigável, é possível ter resultados ainda melhores durante sua gestão, além de mais comprometimento de todos com suas funções.

3: Estude as normas e leis

Para não privilegiar ninguém e tomar boas decisões, é fundamental que o síndico conheça as leis e normas internas do condomínio. Com isso, você terá respaldo e a orientação necessária para mediar conflitos e solucionar problemas.


Além da regulamentação interna, as leis que influenciam as tomadas de decisão dentro do condomínio também devem ser estudadas. No entanto, em caso de haver situações em que você se encontre com dúvida, peça um tempo para encontrar a melhor solução.

4: Seja pontual

Um bom síndico mantém o cronograma de reuniões em dia — e não se atrasa. Além disso, é fundamental enviar as notificações em dia para que todos possam acompanhar o andamento das atividades do condomínio.


5: Tenha total compromisso 

O síndico iniciante deve ter em mente que essa função requer comprometimento, e não deve ser encarada como um hobby. Estipule seu horário de trabalho — até para informar aos demais condôminos e preservar sua privacidade. Uma outra opção para facilitar a administração, é contar com uma administradora capaz de dar todo o suporte para que as atividades do condomínio sejam realizadas com eficiência.


5 visualizações

© 2017 por EIFER ASSESSORIA EIRELI

CRC SC-010324/O